Comércio electrónico: preço Vs. o meu preço - Dinheiro Vivo

18 de Dezembro de 2019

O comércio digital encontra-se em constante evolução e, com ele, também as formas de fixação do preço dos produtos. Passámos de um preço fixo para um preço dinâmico, definido com base num conjunto de variáveis (localização, plataforma, temperatura, número de visitas, etc.), mas ainda assim transversal a todos os consumidores. No entanto, evoluiu-se na direcção oposta e pretende-se personalizar o preço para cada consumidor em função do seu padrão de compra e disponibilidade para pagar, permitindo que o mesmo produto seja vendido a preços completamente diferentes.
 
A possibilidade de vender o produto a consumidores que normalmente não estariam dispostos a comprar e, ao mesmo tempo, vender a um preço mais alto àqueles que estão dispostos a pagar mais, é um factor de maximização do lucro para as empresas que torna o investimento nesta tecnologia bastante atractivo. De acordo com os dados publicados pela Comissão Europeia (CE), entre 2014 e 2017, o investimento em tecnologia para análise de dados aumentou cerca de 20%.
 
(...)
 

Continuar a ler o artigo de Bruno de Zêzere Barradas no site do Dinheiro Vivo.

[Nota: O direccionamento pelo nosso site para sites de terceiros é feito na estrita medida de mera indicação, não se responzabilizando a Cuatrecasas pelos respectivos conteúdos.]

Partilhar: 
Notícias relacionadas