WhatsApp: isto é tudo muito bonito, mas…- Diário Económico

12 de Abril de 2016

Caro leitor, é utilizador do WhatsApp? Então terá dado conta de que este serviço passou a encriptar todas as comunicações (chamadas, imagens, vídeo, texto) entre utilizadores. Não se trata de um mero detalhe. A fazer fé nas notícias, o que a empresa norte-americana oferece aos seus mais de mil milhões de clientes é uma verdadeira revolução nas comunicações pessoais, que passam a ser cifradas ponta-a-ponta, com um código único e variável a cada comunicação. Traduzido por miúdos, as comunicações nesta plataforma não podem ser interceptadas por terceiros. Nem pelo próprio WhatsApp, que será tecnicamente incapaz de o fazer, mesmo que para isso seja instado por um tribunal.


A garantia da privacidade da comunicação é uma boa notícia para o utilizador. Para as autoridades, talvez não tanto, já que o seu trabalho de investigação criminal e de recolha de informações relevantes para a defesa nacional e combate ao terrorismo passa a estar dificultado. E é aqui que começam as questões: jurídicas, éticas, de segurança nacional, de liberdade.


Continuar a ler o artigo de opinião de Ricardo Bordalo Junqueiro no Diário Económico.



[Nota: O direccionamento pelo nosso site para sites de terceiros é feito na estrita medida de mera indicação, não se responzabilizando a Cuatrecasas, Gonçalves Pereira pelos respectivos conteúdos.]

Partilhar: 
Notícias relacionadas