Blocktac e FuVex, vencedores da terceira edição do Cuatrecasas Acelera

19 de Fevereiro de 2019

Da esquerda para a direita: Francesc Muñoz, CIO da Cuatrecasas, Francisco Guillen e Enrique Lizaso, co-fundadores e directores da Blocktrac, Carlos Matilla, CEO da FuVex, e Rafael Fontana, presidente executivo da Cuatrecasas.
Da esquerda para a direita: Francesc Muñoz, CIO da Cuatrecasas, Francisco Guillen e Enrique Lizaso, co-fundadores e directores da Blocktrac, Carlos Matilla, CEO da FuVex, e Rafael Fontana, presidente executivo da Cuatrecasas.
  • Cuatrecasas Acelera conclui a sua terceira edição com o Demo Day, centrado em assuntos de elevada complexidade jurídica e Blockchain.

  • Até seis projectos empresariais beneficiaram deste programa impulsionado pela Cuatrecasas e com o apoio da Telefónica Open Future, Step One e Alastria.

  • O júri concedeu um prémio duplo à Blocktac e FuVex pelo seu grau de inovação, viabilidade e escalabilidade de negócio.

  • Cuatrecasas e Summarizebot co-desenvolvem um sistema de Inteligência Artificial para tornar anónimos dados pessoais.

Cuatrecasas Acelera, a aceleradora de iniciativas empresariais baseadas em Legaltech ou de elevada complexidade jurídica, chegou ao fim da terceira edição com a comemoração do Demo Day. As seis startups participantes apresentaram os projectos num pitch e no DemoLab, um espaço criado para a ocasião, perante investidores e business angels. A sessão reuniu mais de uma centena de pessoas ligadas ao ecossistema empreendedor nos escritórios de Barcelona da Cuatrecasas.

O Cuatrecasas Acelera é o programa da Cuatrecasas e da Telefónica Open Future, apoiado pela Step One e na actual edição também colocou o foco em projectos baseados em Blockchain. Neste sentido, a aceleradora ganhou um novo companheiro de viagem: a Alastria, o consórcio multissectorial espanhol que procura fornecer uma infra-estrutura semipública de Blockchain.

A Blocktac, serviço de conversão de informação que permite detectar falsificações de documentos oficiais e produtos de diversa natureza, e a FuVeX, empresa que disponibiliza drones com todas as garantias legais e de segurança, foram os vencedores da actual edição. Um júri criado para a ocasião teve em conta o grau de inovação, a originalidade da ideia, a dedicação da equipa, a viabilidade do negócio e a sua escalabilidade. Os membros deste grupo de peritos foram Rafael Fontana, presidente executivo da Cuatrecasas, Diana Rivera e Alejandro Payá, sócios da Cuatrecasas, Ricardo Torgal, sócio da Indico Capital Partners, Carlos Conti, sócio e director da Inveready Technology Investment Group, Carlos Grau, CEO da Mobile World Capital Barcelona, Jesús Murillo, Corporate Venturing Manager da ACCIÓ, Alberto Moratiel, relações institucionais da ENISA e Almudena Moreno, Global Head da Telefónica Open Future.

Rafael Fontana, presidente executivo da Cuatrecasas, destacou a qualidade dos projectos participantes na terceira edição do Acelera. “Este ano apostámos em acelerar projectos de elevada complexidade jurídica, além do campo estrito das LegalTech ou RegTech, já que é onde podemos oferecer maior valor, ao mesmo tempo que absorvemos talento empreendedor e know-how em áreas menos trabalhadas. Com a terceira edição concluída, definimos o rumo para uma quarta igualmente comprometidos com o amadurecimento de iniciativas empresariais continuando a adicionar sinergias com parceiros estratégicos”.

Almudena Moreno, Global Head da Telefónica Open Future, enfatizou a relevância dos esforços conjuntos: “A Cuatrecasas Acelera é uma evidência extraordinária do valor da cooperação empresarial tão consolidadas como a Telefónica e a Cuatrecasas, para dar impulso e aprender a evolução das nossas indústrias através dos empreendedores, suas startups e a inovação que nos dão. Da Telefónica Open Future, não podemos deixar de parabenizar do fundo do coração o nosso parceiro porque a evolução do programa, o nível tecnológico das startups aceleradas aumentou desde o primeiro dia. Uma amostra exemplar das vantagens que oferecem os esforços conjuntos e individuais, na procura de talento com soluções inovadoras e disruptivas de valor para os nossos negócios”.

Para Francisco Guillén, director geral da Blocktac, o “Cuatrecasas Acelera ofereceu-nos o apoio de assessores jurídicos de grande nível e colocou-nos em contacto com outros projectos com desafios atractivos que contribuíram para a nossa aprendizagem”. Carlos Matilla, CEO da FuVex, sublinhou “a importância da regulação no campo das aeronaves e a importância de se ir de mãos dadas com um programa como a Cuatrecasas Acelera para superar desafios jurídicos”.

Durante o Demo Day foi organizada uma mesa redonda sobre “Blockchain como ferramenta de inovação”, que contou com a participação de Carlos Barrabés, presidente do Grupo Barrabés, Álvaro Bourkaib, sócio da Cuatrecasas, Santi Casas, CEO da ValidatedID (e vencedora da segunda edição do Cuatrecasas Acelera), e Montse Guardia, directora geral da Alastria Blockchain Ecosystem.

Os peritos reunidos analisaram as principais tendências da Blockchain e colocaram em foco o aumento da adoção de tecnologia em ambiente de negócios, o uso da Inteligência Artificial de forma a tornar os smartcontracts mais inteligentes, a pressão crescente para adaptar o ambiente regulatório, a integração da Internet das Coisas e do Blockchain, e como a ética e a privacidade terão cada vez mais peso nestas matérias.

Conheça os projectos da terceira edição do Acelera

 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  • Blocktac: aplicação baseada em tecnologia Blockchain que permite a conversão de informação para detectar falsificações de documentos oficiais e produtos de diversa natureza.

  • Filmpedia: primeira plataforma VoD para EduTech, que facilita aos centros educativos um acesso legal à projecção de filmes e um banco de recursos pedagógicos baseado em fragmentos de filmes.

  • FuVex: projecto que tem como objectivo fornecer a instituições e empresas um serviço de drones para monitorização ou transporte de mercadorias, voando grandes distâncias de forma segura, fácil e legal.

  • InbestMe: plataforma que tenta ajudar os aforradores e investidores a investir melhor, com um melhor controlo das finanças e aumentando a cultura financeira dos utilizadores.

  • Papelea: este projecto visa simplificar processos das Administrações Públicas através de informação e formulários. Dispõe de uma plataforma de colaboração com outros cidadãos e profissionais do sector que proporciona eficiência em processos demorados e caros.

  • Macco Robotics: é uma empresa de engenharia especializada no desenvolvimento de robots humanoides criativos e amigáveis para diversos sectores, como do lazer e entretenimento, retalho, marketing, saúde, educação, turismo e robots de uso doméstico.

Co-desenvolvimento da Inteligência Artificial para processar dados

 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Um dos aspectos inéditos da terceira edição do Cuatrecasas Acelera é o processo de fast track, em que a startup letã Summarizebot e a equipa de engenheiros e advogados da firma co-desenvolveram um Produto Mínimo Viável (MVP em inglês). Ambas as partes criaram um produto baseado em Inteligência Artificial e processamento de dados que permite tornar anónimos de forma massiva e descentralizada dados pessoais em documentos. Esta solução foi apresentada durante o Demo Day.

A Área de Conhecimento e Inovação da Cuatrecasas já usa este sistema que permite aumentar a eficiência em 70% neste tipo de tarefas. Outra das vantagens deste produto que garante o anonimato é o cumprimento dos requisitos do Regulamento Geral de Protecção de Dados.

Partilhar: 
Notícias relacionadas