Cuatrecasas abre escritório em Santiago do Chile

17 de Abril de 2020

A Cuatrecasas alcançou a última das metas que havia traçado para o projeto de implantação na América Latina, incluído no plano estratégico 2016-2020, com a abertura de um novo escritório no Chile. A última assembleia geral de sócios aprovou a reintegração do advogado chileno Cristián Conejero Roos como sócio para dirigir o novo escritório em Santiago do Chile e ainda integrar direção da área de prática de Arbitragem Internacional ao nível global da sociedade. Especialista em Litígios e Arbitragem, Cristián Conejero Roos já foi sócio da Cuatrecasas entre 2007 e 2013 e desenvolveu desde então uma carreira de extraordinário sucesso em toda a região. Juntamente com ele, incorpora-se o sócio especialista em litígios e reorganização empresarial Gianfranco Lotito.

A Cuatrecasas conta com uma presença destacada no México, Colômbia, Perú e Brasil e mais de vinte anos de experiência na região. A abertura do escritório em Santiago do Chile segue-se à estreia, em 2019, do escritório da sociedade em Lima (Perú) e ao início de operações de forma independente em Bogotá (Colômbia), desde janeiro de 2020.

A estratégia corporativa da Cuatrecasas é em parte baseada na sua conversão em sociedade de advogados iberoamaericana de referência, com capacidade de prestar uma assessoria jurídica integral nos assuntos mais sofisticados nos principais mercados latino-americanos. Com o escritório em Santiago do Chile, a Cuatrecasas passa a poder prestar assessoria jurídica ao vasto grupo de empresas espanholas que operam no Chile e aproveita as sinergias com os demais escritórios da sociedade, na região e noutros continentes. Posiciona-se assim como os escritorio de referência para projetos no Chile junto das firmas europeias e internacionais com as quais a Cuatrecasas tem vínculos estratégicos. O objetivo é disponibilizar neste país um serviço diferenciado e de alto valor acrescentado, exportando as melhores práticas e padrões de qualidade internacional, tal como conseguiu concretizar com êxito noutras jurisdições latino-americanas.

Por ocasião da sua incorporação, Cristián Conejero Roos destaca as oportunidades que o novo projeto no Chile oferece à Cuatrecasas e aos seus clientes: “É o país da região ibero-americana que recebeu maior investimento estrangeiro na última década. O investimento espanhol no país cobre um grande número de indústrias: construção, banca, energia, infraestruturas, telecomunicações e turismo, entre outras. Mais importante: são numerosos os clientes da Cuatrecasas com interesses no país e na região”.

Cristián Conejero Roos

Advogado de reconhecido prestígio no Chile e em toda a América Latina, foi sócio da Cuatrecasas entre 2007 e 2013. Incorporou-se na sociedade em 2007, depois de ter trabalhado como consultor na Corte Internacional de Arbitragem da Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla inglesa), em Paris, e como advogado em importantes escritórios internacionais e chilenos. Em 2013, depois de tomar a decisão pessoal de regressar ao Chile, desvinculou-se da firma. Com a abertura do escritório em Santiago do Chile em 2020 reincorporou-se na Cuatrecasas.

É especializado na área de resolução de litígios, especificamente em arbitragem internacional, área à qual dedicou duas décadas de exercício profissional. Atuou como advogado e como árbitro en numerosos casos de arbitragem na maioria dos países da América Latina e noutras jurisdições. Também interveio em arbitragens internacionais, em diferentes indústrias: construção, energia, telecomunicações e investimento, entre outras, assim como em arbitragens de investimento envolvendo Estados soberanos.

Gianfranco Lotito

Advogado especializado em procedimentos judiciais e arbitrais a nível nacional e internacional, incorpora-se como sócio da área de litígios e arbitragem. Especialista em litígios derivados da compra e venda de ações e valores mobiliários, assim como de relações empresariais, infraestruturas, agências e distribuição. Conta, para além disso, com ampla experiência em investigações e requerimentos judiciais em matéria de valores, direito da concorrência, compliance e em reorganização e insolvência.

Partilhar: 
Notícias relacionadas